20.12.06

Capítulo 53: (Daniela)

_Dani?_ senti uma mão no meu rosto. Abri os olhos e vi Fátima sentada ao meu lado na cama._ Você está suando...Está se sentindo bem?
_Não muito. Eu comi um camarão na praia e acho que me fez mal, vomitei tudo._ pus minha mão na minha testa.
_Já falei para não comer essas porcarias na rua. É melhor você ir ao médico e tomar um remédio. Você é alérgica?
_Não precisa..._ fiz pouco caso e senti o enjôo ficar mais forte. Levantei-me em um pulo e corri até o banheiro.
Encostei na parede azulejada e fria depois de colocar o que restava no meu estômago na privada. Respirei fundo e lavei o rosto.
_Eu sei que não vai gostar da idéia, mas chamei o Ricardo para te levar no médico.
_Quê?_ quase engoli a pasta de dente, enquanto escovava os dentes.
_Ele pode pagar uma consulta para você.
_Nem pensar, eu não vou!_ cospi na pia.
_Não seja pirracenta, eu não quero te ver assim.
_Que exagero!_Sequei meu rosto na toalha.
Sentei na sala e senti minha cabeça rodando. Que diabos de camarão foi aquele?
Não demorou muito para Ricardo chamar no portão. Fátima o trouxe até mim e ele parecia mais preocupado do que realmente precisava estar:
_Eu estou bem._ falei fazendo sinal com as mãos para não me tocar.
_Isso eu quero ouvir do médico!_ ele disse._ Vamos! Estacionei o carro em lugar proibido.
_Não...
_Eu disse vamos agora!_ ordenou e eu suspirei. Por fim acabei cedendo.
_Já disse que estou bem... Foi só um..._ meus olhos virão tudo embaçado, anuviado, como se meu cérebro estivesse anestesiado. Meu corpo caiu sozinho.
Ricardo segurou-me:
_Dani!_ pegou-me nos braços, mas eu voltei a tomar noção da realidade outra vez e pedi para me pôr no chão._ Não, fica quietinha._ levou-me até o carro e Fátima nos seguiu.
_Essa menina é uma teimosa!_ resmungou ela.
Na clínica médica, eu pedi para ser atendida sozinha, queria mostrar para eles que eu estava bem e que não precisava de babás, que estavam fazendo uma tempestade sem motivo.
O homem começou a fazer perguntas que nada tinham a ver com o meu prato exótico de camarão na praia:
_Quando foi a sua última menstruação?
Eu emudeci, de repente uma possibilidade veio como um golpe.
_Eu não posso estar grávida, eu vou viajar para...
_Daniela, acalme-se..._ ele estendeu a mão e deu uma tapinha na minha com um sorriso de que sabia algo a mais._ Você fez sexo sem camisinha, ou não tomou pílula...
_Não!_ respondi prontamente e de repente me lembrei da noite da festa, quando me reconciliei com Ricardo._ Quero dizer... Fiz._ respondi baixinho.
_Vamos fazer um teste e...
_Eu não tenho tempo, eu tenho viagem comprada, eu tenho...
_A vida nem sempre segue a nossa agenda..._ ele lembrou-me.
_Por favor, não fale absolutamente nada para ninguém!_ pedi.
_Se você prefere assim._ ele aceitou.
Ao sair da sala encontrei os rostos aflitos de Ricardo e Fátima.
_Eu estou bem, não falei que estava?_ sorri, mas meu rosto não negou minha aflição.
_E o que tinha?_Ricardo perguntou.
_Ah! Foi o que comi no almoço mesmo._ menti e eles engoliram.
Em casa, Fátima não se contentou com minha mudança de humor:
_Você está calada desde que chegou._ sentou-se ao meu lado na cama. Eu estava ali fazia uma hora, olhando fixamente para as malas prontas em um canto do quarto.
_De repente, tudo pode sair dos nossos planos...
_Do que está falando?_ ela não gostava de rodeios.
_O médico acha que eu estou grávida.
_E isso não é maravilhoso?_ Fátima bateu palmas de alegria._ Um filho Dani!Um filho!
Eu sorri, motivada pelo entusiasmo dela, um frio passou na minha barriga.
_Mas eu não posso viajar assim, como vou viver lá sozinha com uma criança? Como vou trabalhar...
_Não vai! Fica aqui, seu Ricardo não suportaria que você fizesse o mesmo que sua irmã.
_Eu não iria querer afastar o filho dele, eu não sou como minha irmã.
_Não, não é... Por isso ele se apaixonou por você. Ele te ama e você também, sabe disso!
_Parece que o relógio parou e as coisas estagnaram, nada vai pra frente, nem para trás.
_Fala como se tivesse que tomar uma decisão, só que não depende de você...
_É..._ respirei fundo e passei toda à noite pensando no resultado daquele exame.

9 comentários:

Jana disse...

Nossa, adorei o capítulo. Eu não tinha concordado dela ir embora :-p.... E quando o Ricardo souber?!?!?!?

Eliane disse...

Hum, quando ele souber... perai, ela vai contar? será?

O próximo e último capítulo será emocionante, não percam.

Deixem seus links, pois eu estou fazendo o mural vip dos meus leitores no meu outro livro, que já está prontinho para começar.

Beijos queridos!

Mercia disse...

Eliane,
que legal!!! eu nem tinha pensado nisso!! perfeito!! resolvem-se os problemas de todos!!! que máximo!!!
e o livrinho já está acabando??? estou louca pra ver o último capitulo...
um beijo pra você!
Mercia

disse...

Olá!!

Que legal!! nossa, daí não vai ter como os "joguinhos" atrapalharem eles (que se amam) de ficarem juntos!! e a irmã da dani, o que aconteceu com ela? ficou com o guimarães?? aaahhh estou curiosa!! hehe e triste por estar acabando a história... sempre me dá uma sensação de vazio quando termino de ler um livro... hehe
Bjos

Cel disse...

Ahhhh não! Já o último capítulo: :PPP
Beijos!

Ana Paula disse...

ahhhhh!!!!!!! já vai acabar ????? ta demais a história!!!!!

cris disse...

Oi...claro que ela vai contar... pq ela nao é louca de ir pra outro país gravida...eu nao acho que o amigo dela vai querer ser o papai..ele vai dizer que é jovem demais. e se ela ficar o Ricardo vai saber. Só espero que ela nao perca o bebê..afinal isso pode acontecer..
então só falta um capitulo...aaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhh.
Um mural ? interessante.bjs

Emmanuel disse...

Li, mesmo lendo com atraso (ainda não li o último capítulo) com certeza ela vai contar... e sabe porquê? Por que é um momento muito especial para uma mulher... e dividir isso com o seu companheiro é um instante especial... Que venha o último capítulo!!!

Plincesa Lucy disse...

Eiiiiiiiiita!!!! É agoooooora!!! \o/ Liiiii, não estou me reconhecendo!!! Estou estérica! *gritos estéricos* <- viu? uahahahhahahaahhahahaha