5.11.06

Capítulo 34: (Ricardo)

Dani e eu estávamos deitados no tapete da sala vendo tv, depois do almoço. Não que esse fosse um costume para mim, aliás, a minha vida estava fugindo completamente aos padrões. Mas o que importava era que eu estava feliz como nunca. Daniela era um sonho e eu me sentia completo ao seu lado. Poderia passar o dia inteiro ali, com minha cabeça deitada em seu peito, enquanto brincava com meus cabelos em um carinho interminável.
_Eu estava pensando, linda... A gente podia se mudar... Essa casa me traz muitas lembranças. Você estava certa.
_Eu queria muito isso. _ ela completou.
_E se a gente saísse amanhã para procurá-la?_ perguntei.
_Eu acho ótimo!_ ela riu e me beijou um beijo invertido, gostoso, brincando com meus lábios.
_Beijo do homem aranha..._ ri baixinho e me ergui um pouco mais para beijá-la de frente. Acariciei seu cabelo sedoso, me aconcheguei nos seus braços.
_Você é muito gulosinho, a gente já...
_É a sobremesa._ brinquei e rimos juntos.
Ouvimos uma tossidinha e olhamos para frente, era Fátima em pé na sala. Ela olhava para o lado e nós acompanhamos seu foco de atenção. O que vi fez gelar todo meu corpo. Guimarães estava em pé, na porta de entrada. Seu rosto petrificado me fez sentir o pior dos mortais. Daniela e eu nos afastamos.
_Calma, eu..._ tentei começar qualquer argumentação...
_Eu vim aqui dizer que acabamos de perder a conta com os japoneses, afinal, seu celular não atende._ ele falou friamente._ Mas entendi agora, vocês estão bem ocupados. _ Meu amigo nos olhou por uns segundos e depois virou-se para sair.
_Guimarães, espera?!_ Daniela correu atrás dele, precipitei-me para seguí-la, mas Fátima me segurou pelo braço.
_Deixa eles sozinhos..._ aconselhou.
_Eu temia a hora que isso ia acontecer..._ passei a mão pelo cabelo._
_Eu ia ver a menina Angélica no quarto e quando passei pela sala vi ele parado ali na porta, que devia estar aberta..._ Fátima explicou.
Pelo vidro da sala vi Daniela discutindo com Guimarães que tentava entrar no carro, contra as tentativas dela de contê-lo. Eles conversaram um pouco e por fim se foi. Dani ficou sentada em um banco do jardim sozinha.
_Ela deve ter se arrependido de tudo e vai querer voltar com ele. _ pensei alto.
_Deixe ela sozinha um pouco._ Fátima ainda do meu lado, me deu uns tapinhas no ombro.
Fui para meu quarto e lá liguei o som, deitei na cama. Não queria ir para a empresa e enfrentar o meu amigo na frente de todos. Agora aquilo me preocupava mais que a perda da conta para os japoneses. Aliás, isso era realmente a maior das derrotas. Como eu pude ter traído meu amigo?
Logo me veio à mente nossas partidas de futebol na faculdade, nossas farras juntos, nossa empresa. Ele fora o amigo mais leal que alguém poderia ter e eu tinha sido fraco o suficiente para me apaixonar justo pela garota dele? Que ódio de mim mesmo! Mas eu não podia mandar no meu coração.
Que explicação eu daria? Que enquanto ele viajava e minha mulher dormia em coma, eu me encantei por sua namorada? Não havia nenhuma justificativa que merecesse o perdão que eu queria. Agora ele iria querer acabar com nossa sociedade? Aquilo caiu de vez como um golpe sobre mim.

9 comentários:

Autora disse...

E o fim se aproxima.
Meu amados leitores, é um prazer muito grande receber a visita de vocês. Cada vez que leio um comentário, deixo a preguiça ou a correria de lado para escrever.
Já deixo de antemão a notícia que virá outro livro por aí.
Um beijo no coração de todos vocês.
Aguardem, porque agora tudo vai mudar com Dani e Ricardo.
Façam suas apostas! ;)

aalinee disse...

UIA UIA UIA...Aguardo ansiosa.
beijos.
:)

Lena Casas Novas disse...

Parabéns pelo Top List!Vc merece Eu não estou participando mais..Para mim, não concurso não tem mais sentido.
bjs

Ale disse...

Eliane,
Estou aqui firme e forte lendo sua novela virtual, as vezes passo dias sem vir e quando venho ja deu uma revira-volta... Ate ja sonhei com a historinha
Obrigada por dividir seu talento conosco .
BJS

Ale disse...

O Bom eh que agora sao so duas horas entre "nois" aqui e "oceis" ai.. ehehehe.
Sempre ODIEI horario de verao!!

Ana Paula disse...

nossa Li!!!!!!!! que loucura!!!! mas o Guimarães nem tem moral pra dizer nada!!!!!!!!! que angústia!! o que vai acontecer ???????

Mercia disse...

Sim, esse Guimarães não tem moral nenhuma!! foi ele que comecou o nó... quero só ver o que vai acontecer!!!!
beijos!

Soraia disse...

Nossa filhinha!!!
Adoro tanto o amor deles dois que estou com medo dessas mudanças que vc falou!!!

Ainda espero o fim do outro livro que vc começou aqui :(

Beijos,

Só.

aninha disse...

Caramba Li!!!!! que doidera pura!! eu to adorando esse livro!!! ta muito legal!!!!!! já li pela segunda vez esse capitulo!!!heheh!!!!